Uncategorized

Apneia do sono: sintomas, causas e tratamento

A apneia do sono consiste em um distúrbio do sono, também conhecido por outros nomes, tais como Distúrbio Respiratório do Sono, SAOS (Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono) ou Síndrome da Apneia Central.

O problema se caracteriza por uma reação bem específica: quando o paciente para de respirar por alguns segundos ao longo da noite. Esses episódios, inclusive, podem ocorrer várias vezes no mesmo dia.

É importante frisar que muitos indivíduos possuem a condição e não estão cientes. Segundo o Ministério da Saúde, apenas no Brasil uma média de 30% da população sofre da síndrome da apneia do sono, enquanto algo como 50% reclama sobre a qualidade ruim do sono.

Existem, basicamente, dois tipos de apneia do sono. São elas:

1. Apneia do sono central

Esse tipo de apneia é mais raro, e se manifesta quando o indivíduo não consegue dormir ou manter o sono por falta de ar. Neste caso, os comandos cerebrais não transmitem sinais aos músculos que, por sua vez, “deixam de respirar”.

2. Apneia obstrutiva do sono

Esse tipo de distúrbio é muito mais comum do que o primeiro! Ele ocorre quando, por inúmeros mecanismos, ocorre o fechamento das vias respiratórias durante o sono. Desse modo, impedem e interferem diretamente na correta respiração.

Quando o cérebro percebe a falha, o indivíduo desperta e tudo volta ao normal. Porém, esse episódio costuma se repetir várias vezes durante a noite, o que pode levar a sérias complicações.

Quais são as causas do distúrbio?

A apneia obstrutiva do sono geralmente é causada por obstruções no canal respiratório – estas, por sua vez, são provocadas com o aumento das amígdalas, alterações craniofaciais e obesidade, dentre outros problemas.

Já os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento da condição são:

  • Obesidade ou excesso de gordura corporal;
  • Estreitamento das vias respiratórias ou circunferência muito grossa do pescoço;
  • Consumo excessivo de álcool;
  • Congestão nasal que dificulte a respiração;
  • Posição inadequada de dormir
  • Cansaço excessivo;
  • Alimentação em grande quantidade antes de dormir;
  • Alterações hormonais.

Principais sintomas

Os principais sintomas da apneia de sono são:

  • Acordar com a boca muito seca;
  • Ronco frequente e alto;
  • Excesso de sono ao longo do dia e sem outra razão aparente;
  • Acordar muitas vezes no meio da noite sentindo falta de ar;
  • Dor de cabeça que se manifesta apenas de manhã;
  • Déficit de atenção;
  • Insônia;
  • Impaciência ou nervosismo ao longo do dia;
  • Esquecimentos.

Há tratamento para a condição?

O tratamento para a apneia do sono é realizado no sentido de manter as vias respiratórias funcionando perfeitamente durante o sono (evitando a falta de ar). O uso de máscaras de pressão nas vias aéreas costuma ser o recomendado em casos graves, visando a mantê-las abertas.

Nesse contexto, há possibilidade de tratamento cirúrgico  em casos selecionados:

1. Remoção de adenoides ou amígdalas (mais comum em crianças);

2. Cirurgias nasais

3. Uvulopalatofaringoplastia

Agora você já sabe o que é apneia do sono, assim como seus sintomas, causas e tratamentos. Continua curioso (a)? Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como otorrinolaringologista em Governador Valadares!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Envie mensagem direto no Whatsapp