Uncategorized

Quais as diferenças entre rinite e sinusite?

Como vários de seus sintomas são semelhantes, é fácil confundir rinite e sinusite. Mas é importante fazer a consulta médica, obter o diagnóstico correto e iniciar o tratamento.

A seguir, reunimos algumas informações importantes para te ajudar a diferenciar os dois problemas. Confira:

Causas e sintomas da rinite

A rinite é uma inflamação das mucosas do nariz. Os seus principais sintomas são coceira, espirros, entupimento do nariz e o escorrimento de uma secreção denominada coriza. Em alguns casos, a rinite pode levar à sinusite. Ao contrário da sinusite, a maior parte dos casos de rinite não tem cura. Só é possível fazer o tratamento para conter os sintomas da rinite. Já a sinusite, mesmo quando se torna crônica, pode ser curada com tratamentos medicamentosos e até cirurgia.

Dentre suas várias funções, o nariz filtra as impurezas que inalamos. Quando substâncias estranhas entram no nariz de pessoas alérgicas, o sistema de defesa do organismo reage desencadeando os sintomas típicos da rinite. Os ácaros estão entre os principais agentes das crises de rinite alérgica. O pólen presente na atmosfera causa a chamada “rinite sazonal”, ou seja, a rinite que ocorre principalmente em duas estações do ano, primavera e verão. Alguns alimentos também podem causar alergias, dentre as quais a rinite alérgica se encontra.

O tratamento da rinite alérgica é feito à base de sprays nasais contendo corticóides tópicos e lavagem com solução fisiológica, além de algumas outras opções medicamentosas. Em alguns casos, é indicada a imunoterapia com a aplicação de vacina antialérgica. A limpeza e higienização dos ambientes onde a pessoa passa muito tempo também ajudam no controle de crises de rinite alérgica.

Causas e sintomas da sinusite

A sinusite causa a inflamação da mucosa das cavidades paranasais (seio da face). O muco produzido é drenado por canais que interligam as cavidades paranasais às fossas nasais. Quando esses drenos ficam obstruídos, não há comunicação entre o seio da face e o nariz. A acumulação desse muco favorece a proliferação de bactérias, fungos e vírus e, com isso, a sinusite na forma aguda ou crônica.

As sinusites têm como sintomas: nariz obstruído, dor na face, produção de muita secreção no nariz (em alguns casos com mau cheiro), eventualmente febre e tosse. Os sintomas da sinusite crônica são permanentes por pelo menos 3 meses. A dor facial, principalmente na região entre os olhos ou testa e nos maxilares, é um sinal associado a sinusite. O paciente também pode apresentar dor de ouvido, inflamação da garganta, halitose (mau hálito) e náuseas.

Alguns exames importantes no diagnóstico e para o adequado tratamento das rinossinusites são a endoscopia nasal, na qual se insere uma ótica fina pelo nariz e se avalia toda a cavidade nasal; e a tomografia de seios da face.

Os sintomas podem ser aliviados com o uso de solução salina, corticoides nasais, corticosteroides, descongestionantes e antibióticos. Quando o tratamento medicamentoso não surte efeito, a cirurgia endoscópica é um recurso para fazer o tratamento.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como otorrinolaringologista em Governador Valadares!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Envie mensagem direto no Whatsapp