Uncategorized

Conheça os tratamentos do câncer de laringe

O câncer de laringe atinge principalmente os homens e pode acontecer em 3 partes diferentes da laringe: a supraglótica, a glote ou a subglote. Esse é o tipo de câncer mais comum que afeta a região entre a cabeça e o pescoço. Apesar de ter tratamento e possível cura, alguns costumes podem acabar atrapalhando esse processo. Vamos falar mais sobre isso.

Fatores que contribuem para o câncer na laringe

Como dissemos, esse é mais comum nos homens, e alguns hábitos podem acabar aumentando as chances de o tumor se desenvolver. O ato de fumar é principal, uma vez que os fumantes aumentam em 10 vezes as chances de desenvolver a doença.

E não é apenas isso. Fumantes que têm também o costume de ingerir bebida alcoólica possuem até 43 vezes mais risco de desenvolver a doença. Isso porque o cigarro, combinado com a bebida alcoólica, reduz de maneira significativa a proteção natural da mucosa da laringe. Essa desproteção acaba por ocasionar a multiplicação celular de forma desordenada, favorecendo o aparecimento do câncer na região da laringe.

A exposição ao virus papiloma humano também é relatado como um fator para o desenvolvimento da doença.

Tratamento para câncer de laringe

Agora que já falamos sobre os fatores que podem contribuir para o aparecimento do câncer de laringe, vamos falar sobre o tratamento para a doença.

O tratamento varia de acordo com a gravidade e também com a localização do tumor. Nos casos em que está no estágio inicial, é possível realizar a cirurgia conservadora. Essa intervenção pode ser feita através de uma técnica endoscópica, com ou sem equipamento a laser.

Além da intervenção cirúrgica, é possível tratar o início de câncer na região da laringe com radioterapia. Vale lembrar que a cirurgia conservadora oferece a possibilidade de se preservar a voz.

A partir daí, em lesões mais avançadas, deve-se considerar um tratamento multidisciplinar. Devem ser cogitadas e discutidas com o paciente, modalidades como radioterapia, quimioterapia, combinadas ou não à cirurgia. Essa decisão depende de inúmeros fatores, dentre eles a tentativa ou não de preservação da voz. 

Para os pacientes que já apresentam um câncer de laringe bem mais avançado, existe a possibilidade de laringectomia total, que consiste também na perda total da laringe, associada ou não outras modalidades terapêuticas. A fala pode ser reabilitada com prótese ou outras técnicas cirúrgicas voltadas para esse fim.

As chances de cura, em estágios iniciais é alta. Em graus mais avançados, essa taxa diminui gradativamente, dependendo do estágio em que o paciente está.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder os seus comentários sobre esse assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como otorrinolaringologista em Governador Valadares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Envie mensagem direto no Whatsapp