Uncategorized

Videoendoscopia da deglutição – entenda o procedimento

A videoendoscopia da deglutição é um exame indicado para pacientes que apresentam dificuldade para engolir alimentos devido a doenças neurológicas e degenerativas (derrame cerebral, Parkinson, Alzheimer), câncer de cabeça ou pescoço, pós-cirurgia da coluna cervical, obstruções da faringe e laringe, entre outros fatores que causam a disfagia.

A disfagia, dificuldade para engolir os alimentos, é um problema que leva a engasgos e à desnutrição, uma vez que a pessoa acaba reduzindo a quantidade de alimentos, até mesmo os líquidos e pastosos, por não ter uma deglutição normal.

A videoendoscopia da deglutição é um dos exames necessários para definir o melhor plano de tratamento. Através da videoendoscopia, o médico consegue analisar a fisiologia da deglutição: os movimentos neuromusculares orais, laringe, faringe e esôfago, durante a deglutição de alimentos sólidos, pastosos e líquidos.

As fases da deglutição:

1. Preparatória: Através da mastigação, o alimento sólido é transformado em uma massa homogênea, mais fácil de ser engolida.

2. Oral: Os movimentos da língua empurram a massa homogênea para o fundo da boca, acionando o reflexo da deglutição. Dessa forma, o alimento continua descendo.

3. Faríngea: O palato mole fecha a entrada da nasofaringe para que o alimento não suba nem retorne à boca. A glote e as pregas vocais também são fechadas para que a comida não seja desviada às vias aéreas.

4. Esofágica: Depois de passar pela laringe e faringe, o bolo alimentar, terá que passa pelo esôfago, antes de chegar ao estômago. Isso é possível graças a contratações de músculos que garantem a passagem do alimento através do esfíncter do esôfago.

Videoendoscopia da deglutição: como o exame é feito

Para fazer a videoendoscopia da deglutição, o médico introduz o endoscópico através do nariz do paciente. Esse instrumento possui uma micro câmera que possibilita a visualização da laringe, faringe e entrada do esôfago.

A videoendoscopia é realizada simultaneamente ao consumo de variados alimentos. Dessa forma, é possível diagnosticar a dinâmica da deglutição. O aparelho permite que o médico visualize o percurso dos alimentos, verificando se a comida ultrapassa corretamente o esfíncter do esôfago, que é o destino natural, antes de chegar ao estômago ou tem trajeto anômalo.

O exame é frequentemente realizado em conjunto com fonoaudiólogos, que, assim, podem ajudar a fazer o plano terapêutico.

Tratamento da disfagia

O tratamento depende do tipo de disfagia, identificado no exame. De modo geral, os objetivos principais são: reduzir os riscos de engasgos, evitar a desnutrição e melhorar a qualidade de vida do paciente. Quando a causa do distúrbio da deglutição está em disfunções da laringe e faringe, é necessário trabalhar os músculos da deglutição, através de exercícios de  fonoaudiologia.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre o meu trabalho como otorrinolaringologista em Governador Valadares.

2 thoughts on “Videoendoscopia da deglutição – entenda o procedimento

    • Author gravatar

      Boa noite De AMIM, tudo bem?
      Dr, minha mãe tem 87 anos e ano passado ela teve um AVC e ficou com.o lado direito comprometido e a fala. Está se alimentando via sonda, na Barriga, faz Fono domiciliar. A Fono recomendo esse exame, vídeo endoscopia da deglutição. Existe alguma complicação pra idade dela? Precisar sedar? Agradeço suas orientações. Ótima noite pro senhor.
      Valter Reis
      Salvador – Ba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Envie mensagem direto no Whatsapp