Uncategorized

Você sabe o que é Polipose Nasal?

O pólipo nasal é um tecido que se desenvolve nas mucosas e/ou nas estruturadas paranasais. É uma massa mole, que não causa dor nem resulta em complicações graves, tanto que algumas pessoas não percebem que possuem pólipos nasais. Já a polipose nasal é uma doença crônica benigna, que causa a inflamação da mucosa nasal.  Caracteriza-se pela formação de polipoides difusos, relacionada, na maioria dos casos, a alergias.

As causas da polipose nasal não são conclusivas. Mas sabe-se que algumas doenças como asma, sinusite, rinite alérgica, infecções, fibrose cística, inflamação de vasos sanguíneos são fatores de risco para o desenvolvimento de polipoides.

Sintomas da polipose nasal

Em geral, os pólipos nasais são massas moles, que não causam sintomas. O incômodo ocorre quando há muitos pólipos ou os pólipos são grandes, o que causa bloqueio das vias respiratórias. É um dos fatores que podem levar à síndrome do respirador bucal (respiração pela boca). Sintomas como dor de cabeça, no rosto, arcada dentária superior, congestão nasal contínua, gotejamento e secreção nasal, perda de olfato e paladar, coceira na região dos olhos indicam um quadro de sinusite crônica, potencializada pela polipose nasal.

O não-tratamento da polipose nasal poderá desencadear algumas complicações, entre as quais:

• Crises asmáticas

• Infecção no seio paranasal

• Infecção no globo ocular

• Apneia obstrutiva

• Respiração bucal

Diagnóstico e tratamento de pólipos nasais

No consultório médico, o paciente deve relatar detalhadamente todos os sintomas, os quais orientam o diagnóstico clínico. O alargamento da pirâmide nasal é um sinal aparente do desenvolvimento de polipose nasal.

Caso seja necessário, o médico também poderá solicitar exames de imagem, como a ressonância magnética ou tomografia computadorizada; endoscopia do nariz , exames de sangue e testes de possíveis alergias. A biópsia poderá ser realizada, para descartar a formação de um tumor maligno no nariz.

O tratamento da polipose nasal objetiva a redução do tamanho dos pólipos e não necessariamente a remoção total. Em geral, o tratamento é realizado com medicação, que provoca o encolhimento dos pólipos, sem causar muitos efeitos colaterais. A lavagem com soro fisiológico é outra medida em caso de inflamação crônica das mucosas nasais.

Quando o tratamento clínico não apresenta o resultado esperado e os pólipos estão causando outros problemas de saúde, é necessário fazer uma cirurgia. Trata-se da cirurgia endoscópica funcional das cavidades paranasais para a remoção dos pólipos. Este procedimento possibilita a retirada dos pólipos e abertura dos seios da face. Com a desobstrução, a medicação e o soro usado na lavagem têm melhor alcance.

Porém, esse procedimento não garante que, no futuro, outros pólipos não aparecerão. Por esta razão, a cirurgia é o último recurso prescrito pelo médico. É um tratamento mais invasivo, que não impede o surgimento de mais pólipos. Dessa forma, quando o diagnóstico é precoce, o tratamento medicamentoso proporciona melhores resultados.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais sobre o meu trabalho como otorrinolaringologista em Governador Valadares. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
Envie mensagem direto no Whatsapp